Austrália

O estilo de vida australiano

Viver na Austrália é uma experiência bem agradável. O país possui um diverso mix de culturas. Em consequência, o país oferece cozinhas de quase todas as partes do mundo. Jantar pode ser uma grande aventura para quem gosta de arriscar pratos “exóticos”ao paladar brasileiro. O país também é um grande centro de consumo. É fácil encontrar eletrônicos, eletrodomésticos, móveis e roupas. Dependendo da cidade, porém, o custo de vida pode ser relativamente alto. Por isso, é importante que o estudante saiba administrar seu orçamento.

Alimentação

O público australiano aprecia comer fora. A experiência torna-se ainda mais interessante graças à influência da culinária internacional. Quem aprecia conhecer novos restaurantes e pratos diversificados encontra no país, por exemplo, as culinárias vietnamita, indiana, tailandesa e até a brasileira.

A Austrália é o sexto maior país do mundo. Por sua dimensão, o clima do norte varia de forma gritante da parte sul. Isso significa que, em diferentes épocas do ano, há uma enorme variedade de produtos em oferta – como frutos do mar, uma das principais iguarias do país. Festivais de comida também são populares “Down Under”. Melbourne, por exemplo, sedia anualmente, em Março, um festival gastrômico.

Há, também, festivais durante a colheita nas regiões vinícolas. Outras comunidades possuem eventos distintos. Clare Valley (Austrália do Sul), por exemplo, oferece o Gourmet Weekend todo ano. As tradições de Natal também têm suas próprias características. Diferente da cultura brasileira, a australiana não envolve jantar peru, lombo e pernil. Ao invés disso, famílias Aussie serão vistas no dia 25 de Dezembro fazendo um “barbie” (churrasco) com frutos do mar e carne bovina.

A diversidade étnica também traz beleza com as diferentes celebrações e suas tradicionais iguarias. Há os deliciosos doces indianos durante o Diwali; os banquetes durante o Ano Novo Chinês; o festival de Eid al-Fitra da comunidade islâmica da Austrália que marca o fim do Ramadã. O calendário multicultural é cheio de oportunidades para quem aprecia a boa comida.

Comumente, bares e pubs oferecem refeições no balcão. Esses locais se assemelham aos famosos Pratos Feitos brasileiros. O ambiente é diferente, mas os pratos costumam ter preços razoáveis.

Uma característica diferente, e que torna comer fora uma atividade mais barata, é o chamado ‘BYO’. A sigla significa “traga sua própria” – aplicada normalmente para bebidas alcoólicas. Porém, lugares que servem cerveja ou destilados costumam liberar apenas garrafas de vinho e alguns eventos deixam a opção para quem quer trazer comida.

Compras

Se você gosta de fazer compras, a Austrália pode ser uma boa opção para se morar. O mercado australiano tem uma grande variedade de lojas, marcas locais e internacionais. A multidão de pessoas que se reúne em cada grande liquidação é uma visão fora desse mundo. “Down Under” há desde boutiques de alta costura, centros de roupas usadas, varejo exclusivo, confecção caseira, antiguidades, arte e até artesanato.

A arte de pechinchar é comum nos mercados e bazares do país. Bazares que, como o Hobart’s Salamanca Market, são permanentes. Outras boas opções são o Queen Victoria Market, em Melbourne, ou o Paddington Market, em Sydney.

Os artesanatos aborígenes são excelentes presentes. Além de servir como lembrança, quando autênticos, a verba gerada serve para apoiar a cultura e a subsistência dos nativos e suas comunidades. A melhor maneira de adquirir os artefatos é diretamente nas comunidades – comumente existem centros de arte e artesanato e galerias administradas ou apoiadas por essas mesmas comunidades.

Levar “um pedaço da Austrália” também é uma boa idéia. Mas, lembre-se, é importante verificar as regras de quarentena antes de comprar qualquer item. A planta pata de canguru, por exemplo, é um presente único. Vinhos australianos, mel e grãos também são ótimas opções.

Feriados

O Dia da Austrália – todo 26 de janeiro – é o dia que marca a fundação da primeira colônia européia. Normalmente, grandes eventos acontecem por todo o país.

O Anzac Day – dia 25 de abril – relembra a data em que as tropas do exército da Austrália e da Nova Zelândia (Australian and New Zealand Army Corps – ANZAC) desembarcaram em Gallipoli, na Turquia, em 1915, durante a Primeira Guerra Mundial. Este feriado é marcado por cerimônias e paradas militares em homenagem aos mortos durante a Guerra. A celebração culmina com a coroação do monumento em memória aos mortos na guerra com flores.

Por aqui, o aniversário da Rainha também faz parte do calendário festivo. A data de nascimento da rainha Elizabeth II – rainha do Reino Unido e Austrália. Comumente comemorado em uma segunda-feira, o feriado é um fim de semana prolongado.

Para os fãs de grandes descontos, o Boxing Day é uma mão cheia. Todo 26 de Dezembro, um dia após o Natal, diversas lojas oferecem grandes descontos. Roupas, acessórios e até eletrônicos fazem parte dos itens selecionados para a data. Porém, a data possui um outro sentido. Esse, porém, mais nobre. É o dia de compaixão aos necessitados.

O Ano-Novo é um show à parte na Austrália. Quem vive nas grandes cidades pode participar de festas maravilhosas. Os fogos de artifício são ilegais em boa parte do país. Mas, durante as comemorações oficiais do governo, são o verdadeiro espetáculo para os cidadãos.

Diferente do Brasil, a Austrália não possui data fixa para o Dia do Trabalho. A comemoração também não é nacional. Cada Estado ou Território possui seu dia específico. A festa é uma maneira de dar um dia de descanso ao trabalhador, reconhecer o valor das raízes dos movimentos sindicais e dos direitos dos trabalhadores.

Serviços Postais

A companhia de correios Australiana – Australia Post – trabalha de um jeito nada comum para nós, brasileiros. As entregas acontecem uma vez por dia – de segunda à sexta-feira – e se resume a cartas e pequenos pacotes. As grandes entregas, por sua vez, devem ser recolhidas na agência mais próxima de seu endereço. Para receber a sua entrega, basta proceder ao local indicado no cartão de recebimento – levando o mesmo – e um comprovante de identidade.

Telefonia

A Austrália possui telefones públicos em agências dos correios, shopping centers e nas esquinas das ruas. Para fazer chamadas internacionais deve-se digitar 0011 seguido do código do país, do código da área e o número do telefone.

O código australiano, para quem deseja fazer ligações para Austrália, é 61. Os telefones fixos possuem código de área.

As principais operadoras “Down Under” são Telstra, Optus e Vodafone. Os estudantes estrangeiros, dependendo do tempo de visto, têm acesso a planos pós-pagos – às vezes com um aparelho grátis. Porém, a facilidade só é possível ao adquirir um contrato. O mais indicado para quem ficará por pouco tempo, e não quer se comprometer, é um cartão SIM (chip) pré-pago.

Vale lembrar que, antes de assinar um plano de telefone celular, o estudante deve ler todos os detalhes cuidadosamente para garantir que está ciente de todos os direitos e responsabilidades descritos no contrato.

Internet

Desde 2008, mais de 55% da população australiana têm acesso à internet. Como em todo o mundo, a quantidade de usuários só faz crescer.

Muitas instituições de ensino australianas oferecem acesso à internet no campus. Bibliotecas, cyber cafés, restaurantes e até lojas de telefonia oferecem conexão gratuita para os clientes. Os principais provedores de serviço de internet (ISPs) na Austrália são Telstra, Optus, Dodo e Vodafone.

Os planos da internet são similares aos brasileiros. Há planos que contemplam telefone, internet e até canais pagos de televisão. Novamente, certifique-se de ler cuidadosamente o contrato para ter certeza de que está ciente dos seus direitos e responsabilidades. Vale lembrar que diversos planos não garantem internet ilimitada. Por isso, é importante controlar o uso do serviço – principalmente ao dividir uma casa.