Diario Aventura Tasmania

Que tal uma viagem de motorhome pela Tasmânia?

O intercâmbio em si já é uma viagem incrível, mas muitos estudantes aproveitam também para explorar os arredores da cidade escolhida como base e até os países mais perto. Por isso, iniciamos a série Diário de Aventura, onde nossos alunos compartilharão algumas de suas viagens.

A nossa primeira convidada é a estudante de Marketing and Communication e social media da Good Day Oz, Noelle Marques, que conheceu a Tasmânia em agosto de 2017.

Veja o depoimento completo abaixo.

***

“Eu, meu marido e mais um casal de amigos fizemos uma viagem de cinco dias e quatro noites de motorhome pela Tasmânia. Foi a minha primeira experiência com este tipo de transporte, campings e explorando a tão famosa ilha.

A minha impressão é que a Tasmânia é uma mini Austrália ainda mais organizada e segura. Para se ter uma ideia, por duas vezes chegamos nos campings depois do horário de atendimento da recepção e haviam colado na porta um papel com meu nome, já que eu me encarreguei das reservas, com todas as informações sobre a nossa estadia e a indicação de onde estavam as chaves que permitiam acesso às áreas comuns. Incrível, não?

Roteiro

Planejamos a nossa viagem de uma maneira que pudéssemos aproveitar os lugares com folga, então ficou assim:

Dia 1 – Chegada em Hobart + Mount Wellignton
Dia 2 – Coles Bay + Trilha Wine Glass
Dia 3 – Launceston
Dia 4 – Cradle Mountain + volta para Hobart
Dia 5 – Port Arthur+ volta para Sydney

Sobre as acomodações, a ilha oferece uma gama de hotéis, pousadas, campings e caravans parks, que são espaços próprios para quem viaja com trailers, campervan e motorhome.

Como estávamos com um carro equipado com cozinha e banheiro, ficamos por três noites em campings pagos e uma em um gratuito, que foi uma das experiências mais inesquecíveis. Neste lugar, que era na beira de um rio, encontramos uma família que estava acampando com barracas por lá há uma semana e cozinhavam na fogueira, igual a cena de filme!

A única coisa que recomendo, se optar por esta aventura, é se preparar com uma reserva de comida e roupa apropriada, pois não havia nada perto e de noite, sem energia no motorhome, não pudemos ligar o aquecedor e a temperatura chegou a 0°C.

Dica: O aplicativo WikiCamp mostra todos os campings na Austrália, pagos e gratuitos, e funciona muito bem.

É caro?

A Tasmânia não é o local mais barato da Austrália para se viajar, mas, se houver um bom planejamento, é um destino totalmente acessível. O preço do aluguel do motorhome saiu a mesma coisa do que se tivéssemos alugado um carro e ficado em pousadas, mas preferimos pelo combo “casa+carro” pela experiência mesmo (e não nos arrependemos!). Outra vantagem deste transporte é que você pode cozinhar e, portanto, economizar. Entretanto, aconselho guardar pelo menos duas refeições para fazer em restaurantes locais e degustar, especialmente, os frutos do mar. O salmão, os queijos e os vinhos de lá são bem famosos.

Sobre os passeios, os parques que visitamos eram todos muito bem sinalizados, com central de visitantes e haviam opções de trilhas de todos os “tamanhos” e para todos os gostos.

As paisagens da Tasmânia são de tirar o fôlego, e, pela primeira vez na minha vida, pude ver neve em Cradle Mountain.

Sem dúvida, eu recomendo demais conhecer a Tasmânia, e pretendo voltar lá , já que a ilha tem muito mais a se explorar”.

***

E aí? Colocou a Tasmânia na sua lista de próximos destinos? Se quiser saber mais sobre Austrália e intercâmbio, entre em contato com a gente!

E se quiser participar da nossa série, teremos o maior prazer em publicar o seu depoimento!

Noelle Marques

Noelle Marques - Journalist

Leave a Reply